Especial

Especialistas realizam treinamento de manejo de serpentes em São Lourenço

Curso visa instruir líderes comunitários da região para ações imediatas de segurança no local

O aumento no aparecimento de serpentes na comunidade de São Lourenço, distante cerca de 60 km do Centro de Vilhena, motivou a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) a desenvolver um treinamento de manejo destes animais. O curso será ministrado em breve para diminuir o número de ataques por manuseio incorreto de cobras.

“Já registramos mais de 10 casos de aparecimento de cobras próximo às áreas povoadas mas sabemos que há muito mais ocorrências não comunicadas a nós. Visto que a comunidade está distante da zona urbana, demora para os agentes se deslocar até o local quando são acionados. O objetivo é dar condições aos moradores de lidarem de forma emergencial com as cobras sem se ferirem”, explica Marcela de Almeida, secretária municipal de Meio Ambiente.

A Secretaria Municipal de Educação soma forças à iniciativa e vai fornecer espaço físico para a realização dos treinamentos, previstos para acontecer na primeira quinzena de agosto. “Uma das informações que vamos repassar aos moradores é a maneira segura de evitar acidentes e armazenar os animais adequadamente até que a equipe da Semma faça a remoção das serpentes. Iremos analisar os animais e proceder para seu acolhimento para recuperação ou devolução segura ao seu habitat natural”, explica o biólogo da Semma, Thiago Baldine.

Etiquetas

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Fechar