Política

Vereadores defendem manutenção de homenagem à professora da família Donadon em nome de escola

Dalila Donadon foi uma das incentivadoras da criação da escola que atualmente leva seu nome

Um grupo de vereadores do município de Vilhena se posicionou contrário à troca geral de todos os nomes de escolas que homenageiam membros da família Donadon – equipe política de maior relevância do cone sul de Rondônia – durante sessão extraordinária que aconteceu nesta terça-feira, 23.

Em conversa com a vereadora Professora Valdete (PPS), ela confirmou que o grupo de edis – composto por Rafael Maziero (PSDB), Subtenente Suchi (Podemos), Vera da Farmácia (MDB) além de Samir Ali (PSDB) e a própria Valdete – defendem a permanência do nome da escola Dalila Donadon.

A vereadora explicou que até mesmo por questão de respeito à memória da professora (que foi casada com Ângelo Mariano Donadon, conhecido como Tio Mariano, e é mãe do ex-prefeito Marlon Donadon e do ex-presidente da câmara de vereadores, Junior Donadon) que morreu em acidente da carro junto com o esposo, o nome da instituição de ensino deve ser mantido porque trata-se de uma homenagem justa.

Valdete explica que a professora Dalila atuou como coordenadora pedagógica da instituição de ensino, além de ter prestado um grande serviço à comunidade da região em que a escola funciona. “Assim como o nome da professora Cleonice Batista é uma homenagem justa, o da professora Dalila também, uma vez que ela fazia parte daquela comunidade escolar”, observou a vereadora.

Valdete conta, ainda, que os edis favoráveis à manutenção da homenagem irão observar as proposições legais a respeito do assunto e se for necessário, poderá ser feito um projeto de lei para regulamentar a situação.

HISTÓRIA

Professora Dalila Donadon ao lado dos filhos, Marlon (ex-prefeito), Junior (ex-presidente da câmara de vereadores) do marido, Tio Mariano e a filha Kethryn – foto: Álbum Pessoal

A escola recebeu o nome de Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Professora Dalila Donadon, em homenagem à professora Dalila do Nascimento Donadon, natural de Porecatu (PR).

Nascida em 18 de junho de 1958 e falecida aos 45 anos de idade, no dia 25 de abril de 2004, ano de inauguração da escola. Dalila Donadon veio para Rondônia no ano de 1981, residindo em Colorado do Oeste até 1983. Neste ano, ela se mudou com a família e iniciou sua carreira como professora na Escola Estadual Coronel Ary Gomes.

Em 1998, Dalila retornou com a família para Rondônia e passou a residir em Vilhena. Nesta ocasião ela teve sua filha caçula Kethryn e passou a trabalhar na educação do Estado como professora de Matemática. Em 2001, efetivou-se como funcionária municipal, atuando como professora e diretora do Departamento Pedagógico da SEMED, onde se dedicou à Educação Infantil na rede municipal.

Como em 2004, ano de sua morte, ela ainda atuava nesta área, e coincidiu com a inauguração de mais uma nova escola municipal, a administração da época a homenageou atribuindo seu nome à escola.

MORTE

A professora Dalila retornava de viagem junto com o marido e a filha mais nova, que à época era pequena quando o veículo em que estavam se envolveu em um acidente. O casal morreu no local e apenas a garota sobreviveu à tragédia.

DETERMINAÇÃO JUDICIAL

O Ministério Público (MP) do Estado de Rondônia entrou na justiça contra os ex-prefeitos de Vilhena, Melki Donadon (PDT) e Marlon Donadon (sem partido) alegando que as homenagens aos membros da família nas escolas municipais tinham como pano de fundo as promoções pessoais de cada um dos mandatários.

O processo foi aceito e durante a gestão do então prefeito Zé Rover (PP) foi dada a ordem para retirar os nomes das escolas. O processo está em andamento na câmara de vereadores que deve votar já na próxima sessão a substituição dos nomes.

Etiquetas

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Fechar