DestaqueO dia

Coronavírus: Comodoro deve estipular toque de recolher e anuncia medidas duras de combate à pandemia

Festas na região contribuem com proliferação do vírus

A administração municipal de Comodoro, após reunião do Comitê de Combate ao Coronavírus, realizada na manhã desta segunda-feira, 01, vai editar novo Decreto com as medidas da segunda etapa das ações.

Na primeira foram ações de prevenção e agora são as de combate, já que o primeiro registro de infectados foi na sexta-feira, 29 de maio, de 2 casos e nesta segunda-feira o boletim apontou seis casos, com sinais de que o vírus já está circulando dentro da cidade e não apenas trazido de outros municípios. Segundo o prefeito Jeferson Gomes, esse novo decreto a ser divulgado nesta terça-feira (02/06) deverá ter medidas bem mais restritivas e prever o aumento na fiscalização.

Atendimento

Serão criados dois PSFs de atendimento especial nesse período, com equipe médica específica, um somente para casos de infectados pelo coronavírus ou suspeitos e outro para teleconsulta e de quem necessitar ir até o próprio PSF, por estar com outros problemas de saúde.

Restrições

A partir da 21h do dia 02 de junho, todos os estabelecimentos deverão estar fechados, ficando apenas os postos de combustíveis que atendem 24h e as farmácias. Restaurantes, lanchonetes podem atender com serviço de tele entrega. Sobre esse assunto haverá orientações mais claras e diretas no decreto a ser publicado.

Comércio

A empresa que tiver uma pessoa confirmada com covid-19 deverá ficar fechada por pelo menos 7 dias até que se esclareça se não há mais contaminados no local. Muito importante reafirmar que, antes era prevenção, agora é combate, pois o vírus já está circulando no município.

Festas e viagens

Um grande número dos infectados na região é de pessoas que estiveram em uma festa, seja ela uma comemoração em família ou uma festa aberta. Nesse caso geralmente não há só um contaminado dos que lá estiveram, mas vários. Também não é hora de fazer ou receber visitas, principalmente de outros municípios, pois o número de infectados é grande na maioria deles. Na sexta-feira, 29, Sapezal estava com 25 contaminados e Vilhena com 44. E também quem vai visitar pode levar, sem estar com sintomas.

E quem se negar a ficar em casa?

Pessoas que estão contaminadas que se negarem a ficar em casa, poderão ter uma ação ajuizada pelo Ministério Público, responder processo, ser multado, entre outros. Por isso, mesmo que a identificação dos infectados não seja divulgada, os que souberem de alguém e observarem que essa pessoa está saindo para a rua, indo ou promovendo festas, deve ligar para o disque corona, pelo celular 65- 9 9965 6913.

Barreiras Sanitárias

Segundo o prefeito, está sendo aguardada a chegada dos termômetros especiais, para que se possa fazer a triagem em pontos de entrada da cidade. Afirmou também que todos devem se unir para não ter um aumento muito grande no número de casos.

 

Fonte
Texto: Jornal o Diário On-line

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo