DestaqueEspecial

Ou a gente cuida da mente, ou a mente acaba com a gente!

Segundo a OMS, em 2020 a depressão será a doença mais incapacitante do mundo

Também conhecida como “O mal do século”, a depressão, já acomete mais de 300 milhões de pessoas no mundo. Na América Latina, o Brasil lidera os índices com mais de 11,5 milhões de pessoas que sofrem com este transtorno.

Em meio a estas projeções catastróficas, um dado alarmante que chama atenção dos especialistas, é de que embora milhões de pessoas sofram com a depressão, o preconceito e o estigma relacionados às doenças de ordem emocional, têm sido o principal fator impedidor para que as pessoas busquem auxilio profissional e façam a correta adesão ao tratamento. Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), menos da metade das pessoas fazem o tratamento adequadamente.

Ainda é uma triste realidade se deparar todos os dias na minha prática profissional com pacientes se queixando do quanto é difícil sofrer com uma doença incapacitante, que lhe tira o desejo de viver e ainda ter que lidar com uma sociedade emitindo julgamentos e dizendo que depressão é frescura, é falta de Deus, dentre outras coisas.

Diante desse cenário, o mês de janeiro de 2020, se inicia com a 7ª edição da campanha Janeiro Branco, que já é a maior campanha de prevenção e promoção em saúde mental do nosso país, e tem como principal objetivo estabelecer uma cultura de saúde mental no Brasil e no mundo, onde a depressão e quaisquer temas relacionados, possam ser vistos como algo inerente da humanidade e que precisam ser respeitadas e enxergadas com mais empatia e compaixão.

Em Vilhena, diversos profissionais de saúde mental da rede pública, privada e da comunidade local, tem se organizado para realizar uma série de atividades de promoção em saúde mental ao longo de todo mês de Janeiro.

Faça você também parte deste movimento em prol de uma sociedade que respeita e reconhece que um ser humano também precisa cuidar da sua saúde emocional para ter qualidade de vida. Sem saúde mental, não existe paz e é impossível administrar assertivamente suas relações de amizade, conjugais, sua vida profissional e em todas as suas dimensões.

Quem Cuida da Mente, Cuida da Vida!

 

Etiquetas

Diene Nepomuceno

Diene Nepomuceno. Graduada em psicologia e especialista em Terapia Cognitivo- Comportamental. Apaixonada pela sua profissão, tem se dedicado a ajudar as pessoas a transformar suas vidas por meio do autoconhecimento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar