O dia

Vilhenense que tratava de leucemia em Porto Velho contrai coronavírus e fica estado é grave

Um agente penitenciário que teve identidade reservada do Centro de Ressocialização Cone Sul está em estado grave no Hospital de Base Ary Pinheiro em Porto Velho.

A reportagem da Gazeta Amazônica, conversou via telefone com o secretário executivo regional do Cone Sul, Nilton Gomes para relatar a situação do servidor estadual.

De acordo como secretário executivo, o servidor, estava desde o mês de fevereiro se tratando de uma leucemia em Porto Velho, realizando uma serie quimioterapias, porém, ocorreu que na semana passada, ele acabou contraindo o coronavírus.

Nilton disse ainda que, assim que o agente contraiu a doença, a situação de saúde ficou delicado, que precisou ser colocado em coma induzido, porém a situação dele passou a se agravar   e precisou ser entubado para respirar por aparelhos.

Gomes ressalta que na tarde de ontem a família recebeu o boletim médico de servidor e seu quadro teve uma piora, que depende de aparelhos para respirar, e os médicos acharam viável posicionar ele deitado de barriga para baixo que ajuda a recrutar ás áreas pulmonares.

 

O secretário salienta que, colegas e familiares estão fazendo uma corrente de oração para que o agente se recupere. “ A situação dele e muito delicada só um milagre de Deus para ele sair dessa situação, finalizou Nilton.

 

Fonte
Redação

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo