DestaqueO dia

Deputado coloca em xeque informações do governo do estado sobre investimento no combate ao coronavírus

Follador propõe levantamento geral do que o Estado já enviou aos municípios

O deputado Adelino Follador (DEM) disse estar preocupado com a situação da pandemia do coronavírus em Rondônia, pois a todo momento vê o secretário estadual da Saúde, Fernando Máximo, indo à televisão dizer que não há leitos no Estado para atender pacientes, mas não são tomadas providências para resolver a situação. “Em vez de ficar falando que não tem mais leitos, ele precisa agir”, acrescentou.

O parlamentar afirmou que o secretário Fernando Máximo precisa informar tudo o que foi enviado aos municípios, como equipamentos. De acordo com Adelino Follador, “está difícil saber quem está mentido”, em se tratando deste tema.

“O secretário estadual disse que não enviou para o município X porque enviou ao município Y. Mas então vamos com o secretário municipal do município Y e ele diz que não recebeu nada. É difícil saber quem está mentindo, por isso precisamos da informação sobre o que Fernando Máximo está mandando para as regionais”, detalhou Follador.

Para o deputado, somente com documentos em mãos será possível saber o que é real nas informações prestadas aos parlamentares.

“Ele é secretário de Estado, tem que ver a situação em todos os municípios. O Estado tem que ser parceiro. Falei para ele que a alta complexidade é de responsabilidade do Estado, que precisa montar uma estrutura em Ariquemes. Mas ele diz que vai montar a estrutura em Porto Velho e a capital vai atender Ariquemes. Em Porto Velho a procura é alta. Muita gente que vem a Porto Velho volta para seu município pior do que quando saiu de lá”, acrescentou o deputado.

Adelino Follador disse, ainda, que os servidores da saúde não estão recebendo insalubridade. Ele pergunta quando o valor será pago, se nem nesse momento difícil os funcionários estão conseguindo receber o que têm direito. “É preciso falar menos e fazer mais”, destacou.

O deputado parabenizou o empresário Adélio Barofaldi, que está investindo na saúde pública em Porto Velho, e conclamou outros empreendedores a agir da mesma forma. “O deputado Laerte Gomes também estará entregando UTIs e outros leitos para atender os pacientes com coronavírus. É a contribuição da Assembleia Legislativa para combater a pandemia”, finalizou.

Fonte
Antônio Pessoa

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo