Destaque

Vereadores abrem CPI contra Grebin e Cabeludo

Ambos podem perder os mandatos

A câmara de vereadores do município de Vilhena instaurou durante a última sessão ordinária – a qual aconteceu na noite da terça-feira, 3 – uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra os vereadores Marcos Cabeludo (PHS) e Vanderlei Graebin (PSC). A proposta partiu do eleitor vilhenense Uéliton Silva Pinto, que solicitou da casa de leis, inicialmente, a abertura de uma comissão processante contra os dois parlamentares.

A base para a abertura do procedimento investigativo é o inquérito desenvolvido pelo Ministério Público (MP) de Rondônia contra os dois parlamentares, ex-vereadores, empresários, servidores e ex-servidores do legislativo vilhenense. O pedido do eleitor é que Graebin e Cabeludo tenham seus mandatos cassados pela câmara tendo em vista o possível envolvimento em atos contra os cofres do legislativo.

Um dos assessores jurídicos da casa de leis, o advogado Adenilson Magalhães utilizou a tribuna a pedido dos vereadores para explicar que o pedido de Uéliton estava equivocado ao solicitar uma comissão processante. O procedimento, de acordo com o advogado, estava incorreto, uma vez que ele tem 90 dias de duração de modo improrrogável.

Já a CPI, de acordo com entendimento do causídico, pode ser conduzida por 120 dias, prorrogável por igual período e se encaixa melhor na condução dos trabalhos. Caso as investigações confirmem práticas delituosas envolvendo os dois parlamentares, segundo o advogado, aí é instaurado a comissão processante que pode resultar na cassação de mandato de Graebin e Cabeludo.

Ambos os vereadores estão afastados de suas funções públicas por determinação judicial. Os dois estão recebendo os salários de vereadores, mas não podem trabalhar.

Etiquetas

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Fechar