Deu na WEB

Homem é encontrado morto dois dias depois de sofrer acidente na BR

Uma pessoa ligou pra polícia e disse ter encontrado um corpo às margens da rodovia

Um homem foi encontrado morto, na tarde de segunda-feira, 2, após passar dois dias desaparecido. O homem foi localizado sem vida, às margens da BR-429, próximo ao KM-57, no distrito de São Domingos do Guaporé, sentido a Costa Marques (RO).

Segundo informações, uma testemunha acionou uma guarnição da Polícia Militar do distrito, informando que havia encontrado um corpo, sendo de um homem, ao lado da rodovia federal. Diante das informações a polícia se deslocou até o local e constatou a veracidade dos fatos.

No local, o homem encontrado sem vida, foi reconhecido pela testemunha, identificado como Altamiro de Souza, de idade não revelada.

Populares que conheciam Altamiro, disseram que o mesmo ficou no distrito até a madrugada de domingo, em um estabelecimento comercial, onde supostamente teria ingerido certa quantidade de bebida alcoólica e, em determinado momento, decidiu retornar para a sua casa, em uma motocicleta Yamaha azul.

Segundo relatos, o homem provavelmente acabou perdendo o controle da motocicleta, saindo fora da pista, batendo violentamente no meio-fio da rodovia BR-429, sendo arremessado alguns metros de distância da motocicleta, que também ficou caída sobre a vegetação. O homem teve morte instantânea.

As informações dão conta de que, Altamiro de Souza, era bem conhecido em São Domingos do Guaporé, pelo apelido de “Miro”, e o mesmo estaria retornando para uma fazenda, onde trabalhava e morava.

A guarnição da polícia militar acionou os agentes da perícia técnica, que compareceu no local e realizou os procedimentos técnicos, liberando o corpo logo após para a funerária de plantão realizar os trabalhos fúnebres.

Moto da vítima estava no meio do mato
Fonte
Texto e foto: Correio do Vale
Etiquetas

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Fechar