O dia

Ceará e Japonês iniciam briga na justiça

Audiências começaram; Ceará disse que não tem nada a temer e que trabalhou sem carteira assinada para Prefeito

O líder social Ivan França, também conhecido como Ceará da Assossete entrou em contato com a equipe de reportagem da Gazeta Amazônica para informar que participou de audiência judicial nesta terça-feira, 5. Do outro lado da mesa está o ex-aliado e prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês (PV). Ceará disse que o assunto em pauta é uma dívida relacionada a uma venda de carro. Ele e o prefeito estão se engalfinhando na justiça desde que a confusão acerca deste carro iniciou, isso logo depois de Japonês assumir o comando da prefeitura de Vilhena.

Ceará diz que o ex-amigo deixou o poder subir à cabeça e por isso a confusão começou. O líder comunitário relatou que trabalhou pra Japonês por mais de um ano sem carteira assinada. “Nós tínhamos uma grande amizade, mas depois que ele virou prefeito, se encheu, o poder subiu pra cabeça e por isso nos afastamos. Foi aí que tudo começou”, relembra.

Ivan conta que também representou judicialmente Eduardo Japonês e disse que não tem nada a temer. “É o começo de uma longa batalha judicial”, anunciou. Ceará relata que morou no campo de golfe que pertence a Eduardo Japonês e trabalhou em suas duas campanhas eleitorais para prefeito de Vilhena.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar