Destaque

Em Manaus, viaturas da polícia e ônibus são incendiados em onda de ataques; veja vídeos

Uma ambulância também foi abordada por criminosos. Segundo o governo do Amazonas, atos são represália a morte de traficantes e ocorreram na capital e em cidades do interior.

Ao menos 16 veículos foram incendiados durante a madrugada e as primeiras horas deste domingo (6) em Manaus, numa onda de ataques em represália à morte de um traficante, ocorrida no sábado (5), segundo o governo do Amazonas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado, também houve ataques em outras 2 cidades do interior – Parintins e Careiro Castanho. A Rede Amazônica apurou que os municípios de Iranduba e Manacapuru também registraram atentados.Escolas, unidades de saúde e viaturas foram alvos.

 

Um vídeo obtido pela polícia mostra criminosos ateando fogo ao prédio onde funciona uma estação de ônibus (assista abaixo).

“Os ataques foram motivados em função da morte de um traficante. E a inteligência levantou que essa determinação veio de dentro do presídio. Eu quero informar que quem for localizado dando essa ordem, será solicitada a transferência deles para presídio federal”, disse o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Coronel Louismar Bonates, na manhã deste domingo.

Não há informações sobre feridos. Até às 16h30 deste domingo, seis homens foram presos suspeitos de envolvimento nos atentados violentos.

A pasta diz que, em Manaus, foram queimados 14 ônibus e 2 viaturas – sendo uma da Polícia Militar e uma da Polícia Civil – e que uma ambulância foi interceptada pelos criminosos. Segundo integrantes da Polícia Militar e do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), essa ambulância foi incendiada.

O Corpo de Bombeiros também registrou incêndio em um estabelecimento comercial e em um transformador de energia elétrica.

Um agência bancária, no bairro Compensa, também foi depredada neste domingo. Policiais militares isolaram o local para a perícia. A suspeita é que a ocorrência tenha relação com os atentados.

Por conta dos atentados, Manaus ficou sem circulação de ônibus desde às 6h45 deste domingo. Todos os veículos foram recolhidos e estavam previstos para retornarem ao meio-dia, mas a circulação foi suspensa durante este domingo.

O secretário informou, ainda, que o número de viaturas nas ruas foi triplicado neste domingo para reforçar a segurança, inclusive de prédios públicos.

Um distrito de obras da Prefeitura de Manaus, no bairro Compensa, também foi alvo de ataques na manhã deste domingo. O prédio onde funcionava o escritório e um trator foram incendiados. A suspeita é que o caso também tenha relação com os atentados.

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) disse que repudia os “atos de vandalismo ocorridos nas primeiras horas deste domingo. E que a violência das ações causou pânico nos operadores do serviço, pois há relatos de grupos encapuzados e armados praticando tais atos, sendo que, por isso, toda a frota foi recolhida”.

Veja vídeos

vídeo 1

vídeo 2

vídeo 3

 

Fonte
G1/AM

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo