Política

Na tentativa de emplacar PCC’s, Executivo propôs redução de FG e incorporações

Diante da negativa por parte do sindicato e vereadores, medida foi retirada de pauta

Durante a discussão do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCC’s) que aconteceu no gabinete do prefeito Eduardo Japonês (PV) no último dia 1° de agosto, membros do Poder Executivo chegaram a propor a aprovação do plano, desde que o sindicato endossasse a ideia de que deveriam ser reduzidos os números de funções gratificadas e incorporações salariais.

A ideia não foi vista com bons olhos e despertou incômodo em representantes do sindicato dos servidores, além de vereadores presentes na reunião. A assessoria da prefeitura de Vilhena foi consultada acerca do assunto, e confirmou o fato. “Mas logo depois, ele mesmo e outros, ponderaram que é quase impossível reduzir FGs por exemplo, horas extras, e incorporações”, disse trecho da informação repassada pela Secretaria de Comunicação (Semcom).

Quem fez a proposta foi o titular das secretarias municipais de Terras, Planejamento e Integração Governamental, Ricardo Zancan. Tido como o “secretário-biônico” do município e principal mentor do prefeito, muitas decisões tomadas por Eduardo Japonês são orientadas por Ricardo.

A equipe de reportagem do site Gazeta Amazônica ouviu algumas pessoas que estavam presentes na reunião e confirmaram a proposta feita por Ricardo Zancan acerca do assunto. A contraproposta da prefeitura de Vilhena em relação ao PCC’s foi de implantar auxílio saúde de R$ 50, aumentar o vale transporte para R$ 150. O prefeito também destacou a importância de ajustes anuais.

Uma nova reunião para debate sobre o assunto acontecerá no próximo dia 12 de setembro, para que sejam repassados aos representantes dos servidores dados da previsão de orçamento de 2020.

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo