DestaquePolítica

Vera da Farmácia consolida repasse de R$ 17 mil para programa municipal de doação de alimentos à comunidade de baixa renda

Recurso é fruto das emendas da parlamentar

A vereadora Vera da Farmácia (PP) consolidou na manhã desta quinta-feira, 7, a destinação de R$ 17 mil oriundos de suas emendas parlamentares para contribuir com a continuação do Programa Municipal de Aquisição de Alimentos (PMAA) projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) que tem como finalidade comprar a produção de pequenos produtores rurais do município e distribuir às famílias carentes com apoio de Organizações Não Governamentais (ONGs) e instituições sociais do município.

Vera explicou que foi fiscalizar a execução dos trabalhos por parte da Semagri e acabou se encantando pelo trabalho desenvolvido. “Impossível não querer ajudar quando o conhecemos de perto. Trata-se de um projeto muito bem estruturado e que realmente transforma a nossa sociedade”, comentou a parlamentar.

A vereadora relatou que o trabalho passou a ser desenvolvido no início da pandemia de covid-19, no município. “As feiras foram fechadas temporariamente e as vendas do pequeno produtor ficaram engessadas. A Semagri então criou um fundo para a aquisição da produção, a câmara de vereadores aprovou a lei e então a produção hortifruti passou a ser comprada”, explicou.

Ainda na manhã desta terça, a vereadora esteve com o secretário municipal de agricultura, Jair Dornelas que recebeu das mãos de Vera a documentação necessária garantindo a destinação da emenda ao projeto.

Como funciona

Todas as terças uma equipe da Semagri se reúne na feira do Centro para comprar e em seguida distribuir aos alimentos às entidades que os entrega às famílias carentes – foto: Divulgação

De acordo com o secretário de agricultura, o recurso utilizado para a compra da produção dos pequenos produtores veio do programa Porteira adentro. O município cobra a hora máquina para melhorias nas propriedades rurais e este recurso foi destinado para a aquisição dos alimentos produzidos.

Dornelas explicou que foram destinados para este trabalho mais de R$ 200 mil de recursos oriundos do Porteira adentro. “O projeto atende aproximadamente 500 famílias do município. A compra acontece toda terça-feira na feira do Centro”, explicou o secretário.

O produtor que quiser vender sua produção basta ir à feira do Centro todas as terças com a Inscrição de Produtor Rural. A nova etapa, de acordo com o secretário, é convencer a bancada federal e os deputados estaduais a financiar o projeto. “De acordo com nossos cálculos, com cerca de R$ 1 milhão conseguiremos manter o projeto durante todo o ano. Com isso, garantimos alimentos de qualidade às famílias carentes além de garantir a compra da produção do produtor local”, explica.

Produtos embalados e prontos para distribuição – foto: Divulgação

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo