DestaqueO dia

Lockdown em Vilhena é inevitável, diz relatório da secretaria de saúde

Município vem registrando crescimento vertiginoso de casos

Através de boletim encaminhado à imprensa diariamente, a prefeitura de Vilhena apresentou um dado preocupante na noite desta terça-feira, 9: a direção clínica do Hospital Regional de Vilhena acredita que os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados ao combate ao coronavírus poderão estar ocupados em pouco mais de uma semana.

O resultado deste cálculo foi obtido através da análise dia-a-dia da evolução da doença no município. A prefeitura informou que em seis dias, o Município registrou 134 novos casos da covid-19, o que representa 67% do total registrado desde o primeiro caso confirmado no município.

Lockdown

Ainda de acordo com a prefeitura de Vilhena, o comitê gestor municipal de enfrentamento ao coronavírus se reuniu na tarde desta terça-feira, 9, para deliberar acerca das novas ações  tomadas com o avanço da doença no município.

O grupo que compõe o comitê decidiu que não haverá alteração do decreto já em vigor, e que não haverá necessidade de novas medidas restritivas no município. Ainda assim, o lockdown será automático no momento em que 80% destes leitos estiverem ocupados por força de lei.

Um membro do comitê que conversou com a equipe de reportagem da Gazeta Amazônica explicou: “Foi definido que não haverá nenhuma nova restrição porque segundo um documento com informações técnicas apresentado pela equipe da saúde, o lockdowm é inevitável e pode acontecer a qualquer momento. Diante deste panorama, a maioria votou para manter o decreto que já está em vigor, sem alterações, vez que restringir apenas alguns setores da economia não iria adiantar nada”, comentou o participantes da reunião.

Regionalizando

O município de Vilhena é polo de saúde de todo o cone sul de Rondônia, região composta por sete municípios, além do noroeste do Mato-Grosso, comunidades indígenas da região. Embora a referência estadual de saúde para o sul de Rondônia seja o município de Cacoal, Vilhena acaba sendo o primeiro município a receber pacientes de toda essa região, que também tem registrado diversos casos de coronavírus.

Veja abaixo decreto em vigor acerca das medidas de prevenção ao coronavírus

decreto da covid

 

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo