DestaquePolítica

De olho nas eleições, secretários municipais articulam comando de partidos em Vilhena

O PP pode estar sob o domínio do secretário de saúde; PTB poderá parar nas mãos de secretário de agricultura

O alto escalão da prefeitura de Vilhena está trabalhando a todo vapor nos preparativos para as eleições municipais deste ano. O secretário de saúde, Afonso Emerick, está com as mãos no comando do Partido Progressista (PP) de Vilhena. Embora não esteja nada consolidado, o próprio titular da pasta já confirmou que o processo para consolidação de sua posse como presidente dos Progressistas já está bastante adiantada.

Isso traz para o lado do prefeito Eduardo Japonês (PV) a família Cassol, que tem como líder maior o ex-senador e ex-governador, Ivo Cassol, além de sua irmã, a atual deputada federal Jaqueline Cassol, que trouxe para gerência do município de Vilhena 1.2 mil cirurgias oftalmológicas no final do ano passado.

O secretário de agricultura e pré-candidato a vereador, Jair Dornelas, está tentando uma articulação junto ao deputado estadual Ezequiel Neiva (PTB) para “pegar” o PTB, que já tem nominata de vereador pré-definida. Se a estratégia der certo (petebistas de Vilhena estão tentando minar a ação do deputado, veja aqui) Japonês traz pra si, além do apoio do deputado Ezequiel Neiva, o peso de influência do ex-deputado federal Nilton Capixaba, que é o general da legenda em Rondônia.

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo