DestaquePolítica

ANEEL anuncia redução e aumento da tarifa ao mesmo tempo; decisão irrita deputados federais

Agência confirmou queda pífia no valor da conta, mas reajustou tarifa de micro empresários

Pelo menos dois deputados federais do Estado de Rondônia já demonstraram publicamente insatisfação com a proposta de readequação orçamentária proposta pela Energisa junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Pelas redes sociais tanto o coronel Chrisóstomo (PSL) quando o doutor Mauro Nazif (PSB) demonstraram insatisfação com relação ao posicionamento do Governo Federal em relação à situação.

Nazif chegou a chamar de bandidos os representantes da Energisa que estava presentes ao encontro. No vídeo é possível ver a deputada federal Jaqueline Cassol (PP) que é empresária do ramo de hidrelétrica se levantando e deixando a reunião. Nazif engrossou o ataque chamando os representantes da Energisa de covardes, e questionando o posicionamento da ANEEL em relação aos reajustes tarifários. “Eles (a Energisa) têm interferência no Procon e até mesmo na Polícia Civil, que era quem deveria estar protegendo o cidadão”, criticou o deputado ao insinuar que a Energisa tem influência junto às decisões da ANEEL.

Coronel Chrisóstomo diz que reajuste vai propor “arrocho” contra micro empresários – foto: Divulgação

O deputado Federal Coronel Chrisóstomo, na Comissão de Minas e Energia na Câmara dos Deputados, deixou bem clara sua desaprovação à revisão tarifária proposta pela Energisa Rondônia. Ao comentar o anúncio da ANEEL – de que a partir da próxima sexta-feira, 13, a tarifa de energia elétrica de consumo residencial será reduzida em 0,78% – o parlamentar denunciou que a “novidade” foi uma maneira de encobrir o aumento médio de 0,11% nas tarifas da Energisa Rondônia.

Mauro Nazif chamou representantes da Energisa de bandidos e covardes – foto: Divulgação

“Apesar dos consumidores residenciais receberem uma ridícula redução na fatura de 0,78%; o valor continua altíssimo para uma região que tem capacidade de geração de energia suficiente para abastecer todo estado”, disse o coronel-deputado. Chrisóstomo criticou, ainda, a falta de informação repassada pela agência. De acordo com o deputado, ao passo em que a ANEEL anuncia redução na tarifa residencial, oficializa ao mesmo tempo reajuste de 0,24% para todas as empresas conectadas à baixa tensão. “prejuízo recairá sobre nossos micro e pequenos empresários”, observou o “bolsonarista”.

Na semana que vem, o estado de Rondônia completa um ano em que a Energisa Rondônia implantou 25% de reajuste nas tarifas dos consumidores. A queda de braço entre a concessionária de energia e a bancada federal do estado ainda está bem longe de acabar, ou pelo menos chegar a um consenso.

 

Etiquetas

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar