DestaqueO dia

Semed conclui licitação dos salgadinhos e vai pagar R$ 50.6 mil por serviço

Atividades presenciais da secretaria estão suspensa por conta da pandemia

Aconteceu no dia 9 de junho o pregão eletrônico número 039/2020 da prefeitura de Vilhena para a compra de salgadinhos ofertados em coffee Break realizados pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). A empresa vencedora do processo licitatório irá receber mais de R$ 50.6 mil pelos serviços prestados à Semed. A Gazeta Amazônica publicou a época a abertura do pregão.

Você pode ler mais sobre o assunto aqui

O que chamou a atenção, acerca do assunto em tela, é o fato de a Semed estar com suas atividades presenciais suspensas e sem prazo definido para retorno. Alguns membros do poder executivo municipal em conversa com o site acreditam que 2020 é um ano perdido para a educação de todo país, uma vez que o cotidiano educacional foi totalmente desestruturado em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus.

A prefeitura de Vilhena contra argumentou o processo licitatório através de seu site oficial. O titular da Semed, Willian Braga, comentou que a licitação começou a tramitar antes da pandemia e garantiu que nenhum gasto deste tipo será feito enquanto as atividades não voltarem ao normal.

Você pode ler mais sobre o assunto aqui

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo