Especial

Após vereador pedir processo de pesagem do lixo, SAAE reconhece pagamentos a mais do que devia ao aterro sanitário

Situação vem sendo investigada pela câmara de vereadores

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do município de Vilhena, através do departamento de resíduos sólidos reconheceu através de ofício que realizou pagamentos a maior à empresa MFM Soluções Ambientais em decorrência de pesagens defasadas realizada entre abril a junho de 2019.

No documento, há apontamentos de que a falha acontece – segundo o ofício, também por questões climáticas, falta de energia elétrica e a permanência dos caminhões sobre a balança por muito tempo. O setor explicou, também, que a autarquia realizou pesagens em outras balanças do município e constatou a porcentagem de 3,8% a maior nos pagamentos.

Ainda no documento, o SAAE solicita desconto na emissão da nota fiscal. A equipe de reportagem do site Gazeta Amazônica conversou com um vereador sobre o assunto e ele confirmou a diferença nas pesagens e sentiu estranheza ao ver o ofício número 407/2019, uma vez que o referido documento não consta nos processos que o parlamentar está analisando sobre o assunto.

A reportagem deixa espaço para o SAAE, caso tenha interesse, em comentar sobre o assunto.

Veja abaixo reprodução do ofício

Em ofício, autarquia solicita redução de 3,8% nos pagamentos

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo