DestaquePolítica

Prefeitura de Vilhena registra excesso de arrecadação mesmo com comércio em crise e sombra de demissões

Município mandou à Câmara de vereadores pedido de abertura de crédito adicional por superávit financeiro; veja pauta

Marcada para esta terça-feira, 14, a sessão da Câmara de Vereadores de Vilhena conta com pauta leve, com alguns poucos projetos que foram encaminhados pelo executivo.

O que chama a atenção nesta pauta é a saúde financeira do município. O prefeito Eduardo Japonês (PV) enviou dois projetos ao legislativo solicitando abertura de crédito adicional por superávit financeiro.

Juntos, os dois projetos correspondem a R$ 3.138.159,33 milhões, porém parte deste recurso, mais de R$ 1.6 milhão oriundo do Governo Federal.

O fato mostra que o município continuou arrecadando, e muito, neste período de crise causado pelo coronavírus. De acordo com o projeto enviado pelo Executivo à Câmara de Vereadores, mais de R$ 1.4 milhão é fruto de superávit financeiro.

O dinheiro será utilizado para a compra de equipamentos e materiais permanentes e de Consumo, além de contratação de serviços terceirizados. As secretarias beneficiadas são a Administração, Terras, Obras e Planejamento.

O comércio, no entanto, não pode comemorar a mesma bonança.

De acordo com as informações que circulam entre grupos de empresários o município pode ter, pelo menos, 120 demissões em decorrência da interrupção dos trabalhos por força de decreto tanto do prefeito Eduardo Japonês quanto do governador, Marcos Rocha.

Veja abaixo pauta da sessão de amanhã:

Pauta da casa de leis

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo