Deu na WEB

Depois de ataques a Bolsonaro, deputado ator pornô gay é expulso do partido

Alexandre Frota foi um dos personagens mais importantes durante a campanha on-line do presidente

Um dos maiores defensores da ideologia bolsonarista nas redes sociais, o ator pornô gay, e agora deputado federal, Alexandre Frota foi expulso do PSL, partido do presidente da república. A confirmação foi oficialmente publicada nesta terça-feira, 13, pela legenda.

Desde o início do mandato do presidente que ajudou a eleger, Frota estava se afastando do governo e dirigia críticas diretas a Bolsonaro e também a correligionários mais próximos, o que rendeu diversos perrengues pelas redes sociais. A divergência entre Frota e o posicionamento ideológico do grupo que faz (ou fazia) parte rendeu diversas mensagens ofensivas contra o deputado, a exemplo do guru de Bolsonaro, Olavo de Carvalho, que durante uma discussão lhe empregou o apelido de Alexandre Fruta, por conta dos filmes adultos de cunho homossexual que protagonizou.

Na Câmara, o deputado não se alinhou 100% com as ideias propostas pelo presidente, fato que gerou fissuras na relação intrapartidária. Em diversas vezes, o parlamenta disse estar decepcionado com Bolsonaro pelo seu posicionamento enquanto presidente. Uma das principais bases eleitorais de Frota foi a defesa da família.

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo