DestaqueO dia

30 de junho: governador estende suspensão das aulas em Rondônia

Creches poderão retomar atividades, mas com algumas restrições

O Governador de Rondônia, Marcos Rocha editou novo decreto que reitera o estado de calamidade pública em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus e, dentre outras coisas, reestabelece novos prazos de quarentena e estende a suspensão das aulas nas redes pública e privada até o dia 30 de junho.

De acordo com texto, o qual foi publicado nesta quinta-feira, 14, as instituições e ensino estão liberadas para o desenvolvimento de atividades virtuais.

O decreto diz, ainda, que está autorizado a presença de funcionários nas dependências administrativas das empresas de ensino, desde que estejam dando suporte à execução das atividades virtuais.

Alunos que não têm acesso à internet poderão utilizar os laboratórios das escolas, desde que respeitado o distanciamento, a quantidade reduzida de pessoas nos ambientes, bem como as condições de higiene estabelecidas no próprio decreto.

Sobre as creches, o texto prevê que apenas filhos de profissionais vinculados ao setores essenciais sejam atendidos, bem como crianças com deficiência, desde que respeitado o distanciamento estipulado no mesmo decreto e com a redução do atendimento a 20% da capacidade total da empresa.

Veja abaixo íntegra do decreto

decreto governador do dia 14 de maio

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo