Cultura e entretenimento

2ª maior cultura de RO, mandioca ganha dia de campo para debates sobre plantio

Estado possui 29 mil hectares de área plantada com mandioca, algo em torno de 22t de produção por hectare

A mandioca, segunda cultura de maior importância para a agricultura familiar rondoniense, será tema de Dia de Campo da Embrapa Rondônia e parceiros que acontecerá dia 25 de outubro. O evento será na área do Projeto Piloto/Associação Vida Nova, localizada na Rodovia BR 364, a 6,5 km de Nova Mutum – Porto velho, sentido Acre. A entrada é gratuita e as inscrições serão feitas no local.

O público-alvo do evento serão os agricultores familiares, técnicos de extensão rural, estudantes e professores de ciências agrárias, agentes de fomento e os demais interessados em conhecer mais sobre o assunto.

Os participantes terão acesso a informações sobre custo de produção, mercado e processamento da produção de mandioca, às novas variedades que serão em breve recomendadas para o estado de Rondônia e irão discutir aspectos técnicos inerentes ao manejo da cultura e controle de pragas.

O engenheiro agrônomo, Davi Oliveira, comenta que a mandiocultura rondoniense ainda é caracterizada pelo baixo uso de tecnologia e neste contexto afirma que “tais informações são de extrema importância para que o produtor se planeje melhor e possa ter uma produção mais profissionalizada, garantindo maior renda e sustentabilidade da atividade”, explica.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2019) a região Norte é a maior produtora de mandioca do país, com uma área aproximada de 474 mil hectares e produção de 7 milhões de toneladas.

Já entre os estados, Rondônia está em 4º lugar em termos de área plantada (29 mil hectares) e de produção (0,6 milhão de toneladas) e tem a segunda maior produtividade (22 toneladas por hectare).

O município de Porto Velho é o maior produtor de mandioca do estado, com 169 mil toneladas, seguido por Machadinho d’Oeste com 106 mil toneladas.

Realização e parceria

O Dia de Campo de Mandioca é uma realização da Embrapa Rondônia e da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau. Conta com o apoio do Reassentamento Rural Coletivo Vida Nova, Cooprojirau, Emater-RO, Secretaria Municipal de Agricultura de Porto Velho e Ampliari.

O evento também faz parte do projeto “Introdução, adaptação e transferência de tecnologias para a cultura da mandioca na Amazônia”, que busca o uso de manejo e conservação do solo para o cultivo de mandioca na Amazônia, que é uma iniciativa do Projeto Integrado da Amazônia (PIAmz), financiado pelo Fundo Amazônia e operacionalizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Fonte
Da Assessoria

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo