Política

Ignorada em tomada de decisões vice-prefeita diz que não foi convidada para reunião sobre coronavírus

Maria José é da área da saúde e aceitou concorrer ao cargo porque lhe foi prometido espaço total nos debates sobre as questões pertinentes ao município

Em manifestação por grupos de WhatsApp , a vice-prefeita Maria José da Farmácia (PSDB) demonstrou sua insatisfação por ter sido ignorada durante as tomadas de decisões com relação aos cuidados acerca da possível chegada do coronavírus em Vilhena.

A vice-prefeita disse que não havia sido informada sobre o assunto e que não foi convidada para participar da coletiva de imprensa organizada pela própria prefeitura na manhã deste domingo, 15.

Em postagem feita pela vice-prefeita alguém escreveu a ela: “O Jovino (secretário municipal de comunicação da prefeitura)  me convidou em nome do prefeito. Senti sua falta, por isso te enviei a matéria”. Em segundo trecho da postagem consta: “Boa tarde. Tudo bem com vocês? Estava vendo essa reunião que aconteceu nessa manhã de domingo, acredita que ninguém me falou e nem me convidaram?”

Em conversa com a vice-prefeita, a equipe de reportagem confirmou a situação e ela respondeu: “Não fui informada e nem convidada para a reunião, a qual é uma área que muito me interessa como todas as outras”, escreveu.

O posicionamento de Maria José revela, mais uma vez, um distanciamento entre o prefeito Eduardo Japonês (PV) e sua vice, que aceitou disputar o cargo porque lhe fora prometido espaço total para debater todas as questões relacionadas ao município de Vilhena.

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo