DestaqueO dia

Vilhena: Ação conjunta resulta em 07 presos suspeitos de estelionato, associação criminosa e crime contra ordem tributária

Sensores dos automóveis teriam sido desligados para inibir a contagem de quilometragem.

Nesta terça-feira, 15 de setembro, por volta das 18 horas e 50 minutos, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM) e Secretaria de Estado de Finanças (SEFIN) durante fiscalização no km 16.0 da BR 364, no município de Vilhena/RO, prendeu 07 pessoas suspeitas de estelionato, associação criminosa e crime contra ordem tributária.

De acordo com o boletim de ocorrência, foi dado ordem de parada ao veículo V1 – Fiat/Toro Ranch At9 , cor azul Conduzido por C1. Ao realizar a entrevista com o condutor, este apresentou-se nervoso e dava respostas inexatas quanto a origem e destino da viagem. Afirmava que receberia R$ 1.000,00 para levar o automóvel de Porto Velho/RO para São Paulo/SP, o destino final da viagem.


Ao ser indagado com quem estava realizando a viagem, informou que mais 6 veículos se aproximavam, todos do mesma marca e modelo, pois tinham saído juntos de Porto Velho/RO. Diante das informações, a equipe estabeleceu comando estático aguardando a chegada dos referidos autos, o que ocorreu nos minutos seguintes. Assim, foram abordados: V2 – Fiat /Toro Volcano At9 D4, cor branca, V3 – Fiat /Toro Ranch At D4, cor branca, V4 – Fiat /Toro Volcano At9 D4, cor branca, V5 – Fiat/Toro Ranch At9 cor azul, V6 – Fiat/Toro Volcano At cor preta e V7 – Fiat /Toro Ranch At9 D4 cor branca, conduzidos respectivamente C2, C3, C4, C5, C6 E C7.
Depois de abordados, todos apresentaram a mesma versão. Verificou-se que o primeiro emplacamento dos veículos foi realizado no Estado de SP, contudo, de acordo com as notas fiscais fornecidas pela SEFIN-RO e anexadas neste BOP, os veículos foram adquiridos e faturados em Guajará-Mirim/RO, local que goza de isenção tributária, benefício este que é restrito aos veículos comprados e emplacados somente no Estado de Rondônia.

Além disso, o fato justificaria a suposta venda destes veículos no Estado de São Paulo, pelo valor praticado comumente no mercado e não o valor pago em Guajará-Mirim/RO com o desconto da isenção tributária, gerando assim, grande lucro aos proprietários e prejuízo fiscal ao Estado. Sendo que um dos veículos de placa GBC-4D78, após consultas ao sistema dos DETRANs, já cconstva como vendido (com comunicação de venda) para um senhor residente em Três Rios – RJ.

Diante dos fatos, os 07 (sete) abordados foram enquadrados, em tese, como autores dos crimes de ESTELIONATO, ASSOSSIAÇÃO CRIMINOSA e CRIME CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA e conduzidos á POLICIA FEDERAL. As abordagens e fiscalizações contaram com o apoio da SEFIN-RO e da equipe da Polícia Militar de Rondônia.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo