DestaqueO dia

Servidor público que venceu a covid-19 posta relato sobre seu caso

Ele agradeceu aos profissionais de saúde que o atenderam

O servidor público Anderson Kozowski contraiu o coronavírus e nesta quarta-feira, 20, decidiu expor seu quadro clínico publicamente pelas redes sociais. Já curado, ele agradeceu a Deus, sua família e os profissionais de saúde o ajudaram. Veja abaixo relato na íntegra

***

Hoje graças a Deus pude voltar a minha rotina, depois de passar vários dias de quarentena eu e minha família.

A uns dias atrás não me senti muito bem e resolvi procurar atendimento médico, fui encaminhado a fazer o teste do vírus que depois de alguns dias saiu o resultado vindo a ser positivo.

Nisso a equipe de epidemiologia entrou contato com as pessoas que tiveram contato comigo nos últimos dias, submetendo todos a fazerem o teste também, felizmente todos deram negativo inclusive os da minha família.

Peço desculpas por não ter exposto meu nome e a situação antes, mas quis poupar a minha família das pessoas que infelizmente usam as redes sociais para criticar e atacar aquilo que não tem conhecimento.

Minha preocupação maior foi com a família e os pacientes que transporto, graças a Deus todos estão bem.

Passamos momentos complicados em casa com medo dos sintomas piorarem e da minha esposa, minha filha e minha enteada terem sido infectadas.

Não podíamos sair de casa e até tarefas mais simples como ir no mercado tínhamos que pedir a família e amigos.

Agradeço a minha esposa por ter segurado essa barra, a nossa família e amigos que nos apoiaram e ajudaram nesse momento, e agradeço muito a equipe do posto de saúde Leonardo, e equipe da epidemiologia e a todos os funcionários da saúde que me atenderam e estão aí de frente a luta contra esse vírus.

Hoje estou curado e voltei a trabalhar .🙏🙏
Peço a todos que redobrem o cuidado para evitar esse vírus e se atentem sempre as recomendações da secretaria de saúde.

Anderson relatou que a medicação que tomou durante o combate ao vírus foi Azitromicina. Mesmo não havendo nenhuma comprovação científica acerca da eficácia do medicamento em relação à covid-19  (vale ressaltar que não há medicação ou vacina específica para combate ao vírus) o servidor público diz acreditar que o medicamento fez efeito e que lhe ajudou a vencer a doença.

Etiquetas

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Fechar