Destaque

Com 14 intubados, Vilhena registra 02 mortes por Covid-19, aponta boletim

Vilhena registrou hoje dois óbitos. Dessa forma, Vilhena registra até as 16h de hoje: 12.932 casos confirmados de vilhenenses, 21.700 vacinados com a 1ª dose e 8.847 vacinados com a 2ª dose, 234 óbitos de vilhenenses, 94 óbitos de moradores de fora.

Há atualmente no município 620 casos ativos, 120 casos suspeitos, bem como 12.073 já recuperados, 25 transferidos e 65 atendimentos no ambulatório.

Os óbitos registrados hoje foram de dois pacientes do sexo masculino, moradores de Vilhena, de 44 e 57 anos.

A taxa de letalidade em Vilhena é de 1,82%, em Rondônia é de 2,43%, no Brasil é de 2,76%, na América do Sul é de 2,69% e no mundo é de 2,09%. (A taxa de letalidade indica a porcentagem dos pacientes contaminados que acabam evoluindo para óbito).

Há 34 pacientes internados com covid-19 em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19 e Hospital Regional de Vilhena e 1 leito bloqueado aguardando transferência, sendo 29 de Vilhena e 5 de outras cidades, três de Corumbiara e dois de Colorado.

Destes, 19 estão na UTI, sendo 14 intubados (oito do sexo masculino com 35, 48, 57, 56, 42, 59, 33 e 52 anos e seis do sexo feminino com 51, 60, 56, 54, 49 e 63 anos) e cinco com ventilação não-invasiva na UTI, duas do sexo feminino com 48 e 70 anos e três do sexo masculino com 46, 29 e 38 anos.

Nas Enfermarias há 15 pacientes: oito do sexo masculino com 77, 47, 65, 38, 59, 38, 67 e 70 anos e sete do sexo feminino com 50, 78, 66, 38, 57, 56 e 82 anos. A taxa de ocupação de leitos para covid-19 é de 77% (sendo 100% na UTI e 62% nas Enfermarias).

Até a publicação deste boletim o estado ainda não havia emitido os dados de hoje. Ontem o estado registrou 242,5 mil casos confirmados e 6.018 óbitos. No Brasil o número de casos confirmados já ultrapassou 17,883 milhões, com 500 mil mortes. No mundo são 178 milhões de casos confirmados e 3,85 milhões de mortes.

DENÚNCIAS – Denúncias de descumprimento de normas de Saúde podem ser feitas pelos números: 190 da Polícia Militar (24h) ou 3322-1936 da Vigilância Sanitária (7h às 17h30, de segunda a sexta-feira).

Fonte
Semcom

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo