Política

Professor petista que concorre à prefeitura de Alta Floresta é o mais rico entre os candidatos; justiça confirma informação

A declaração de bens dele se comparada ao do mais pobre entre os candidatos é 23 vezes maior

Todo processo para se consolidar uma candidatura demonstra no final das contas uma grande divergência dos discursos apresentados pelos candidatos (geralmente tentando aproximarem-se da população de baixa renda dizendo-se também pobres). Entretanto, a declaração de bens apresentada pelos políticos, demonstra exatamente o contrário.

Um exemplo claro disso é a disputa eleitoral do município de Alta Floresta D’Oeste. O professor petista, Ademar Dias Guimarães (PT), conhecido como “Professor Ademar”, foi o candidato a prefeito que teve o maior patrimônio declarado entre os candidatos, com mais de R$ 4.2 milhões.

O segundo candidato mais rico do município é o ex-prefeito por dois mandatos, Valdoir Gomes Ferreira (PDT), o “Vantuil do Posto”, que declarou um total de bens de R$ 2.5 milhões.

Em seguida, vem o candidato Paulo Sergio Ferreira Coelho (DC), o “Paulo do Cartório”, que declarou um total de bens de R$ 435 mil.

Como lanterna no ranking da prosperidade financeira aparece Giovan Damo (Podemos), o “Gio Damo”,  que declarou o total de bens no valor de R$ 183 mil.  Ele tenta, pela segunda vez, a vaga no executivo municipal.

A soma dos patrimônios dos dois primeiros colocados, cerca de R$6,8 milhões, é 11 vezes maior que dos outros dois. A diferença é maior quando se compara o patrimônio do Professor Ademar com o de Gio Damo, que fica em torno de 23 vezes. Quando se compara com o patrimônio de Vantuil do Posto, o de Gio é 13 vezes menor.

Esses dados foram registrados no sistema DivulgaCandContas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os quatro candidatos a prefeito de Alta Floresta D’Oeste iniciaram a campanha eleitoral no dia 27 de Setembro de 2020. Junto com os dados e planos de governo, os concorrentes também tiveram que declarar os bens que possuem em seu nome.

Dados que compõem o gráfico da prosperidade financeira foram emitidos à Justiça Eleitoral – foto: Ilustração

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo