O dia

Secretário de agricultura é intimado pela câmara para prestar esclarecimentos sobre denúncias

Jair Dornelas deverá comparecer ao legislativo para prestar contas sobre as ações da pasta

Foi aprovada na noite desta terça-feira, 20, em Vilhena, um requerimento de autoria do vereador Samir Ali (PSDB) através do qual solicita a presença do titular da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) Jair Dornelas na sessão do próximo dia 3 de dezembro para prestar esclarecimentos acerca de ações desenvolvidas pela pasta, além de algumas denúncias que chegaram ao legislativo municipal.

Em discussão da proposta, o vereador autor do projeto de resolução, relatou que a semana foi bastante conturbada no setor e que seu gabinete recebeu uma série de reclamações, inclusive denúncias que podem gerar grandes problemas ao município como o abastecimento de máquinas da Semagri em postos de combustíveis não conveniados com o município, além de maquinário sendo operado por pessoas sem permissão, e pressões a feirantes para comprarem lonas com emblemas da prefeitura que estão sendo confeccionadas em uma gráfica do município de Cerejeiras.

Feirantes também reclamaram ao vereador Samir Ali, pressões e até ameaças de perda de concessão de espaço nas feiras caso não ajudassem no custeio do calçamento de algumas feiras municipais. Samir foi enfático ao desmentir bajuladores do prefeito Eduardo Japonês (PV) que ficam disseminando falsas informações contra pessoas e assuntos que julgam ser contrários àquilo que é de interesse da atual gestão.

O vereador explicou que a casa de leis nunca foi contra os pequenos produtores, menos ainda contrária às ações do executivo em detrimento ao setor. “Precisamos averiguar, pois é nosso dever, as informações que chegam até o legislativo. Ninguém aqui é contra o setor produtivo como alguns comissionados da prefeitura vêm disseminando”, criticou.

A Tropa de Choque virtual

Samir e a câmara de vereadores como um todo vem sofrendo diversos ataques da tropa de choque mantida com portarias pelo prefeito Eduardo Japonês (PV) para defender sua imagem nas redes sociais. O grupo dissemina algumas informações distorcidas e ataques velados a quem não pensa exatamente como o prefeito manda, ou simplesmente discorda de suas decisões.

Na sessão ordinária do dia 15 de outubro (relembre AQUI), a engenheira comissionada – e membro ativo da tropa de choque virtual – acompanhada pelo executivo de Japonês, Adriano Vilhenense tentaram criar tumulto na sessão dando “bafão” a fim de atacar o vereador Samir, que vem sendo alvo do prefeito e sua equipe depois que discordou de Japonês acerca da necessidade de se reconhecer uma dívida milionária que a Energisa vem cobrando do município (relembre AQUI).

 

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo