DestaquePolítica

Suchi e Samir Ali anunciam instalação de sinalização em avenidas de Vilhena

Pedido da bancada do Podemos na câmara de vereadores foi atendido pelo deputado Léo Moraes

Os vereadores Samir Ali e Subtenente Suchi, ambos membros da bancada do Podemos na Câmara de Vereadores de Vilhena, anunciaram neste final de semana que o deputado federal Léo Moraes, líder do Podemos de Rondônia solicitou, e o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) atendeu, a instalação da sinalização de trânsito nas marginais Celso Mazzutti e Marechal Rondon.

O pedido foi protocolado pelos vereadores no gabinete do parlamentar federal e após articulação de Léo junto ao DNIT, o departamento informou que as obras de sinalização irão começar dentro de 90 dias.

Rotatória

Homens do DNIT iniciando a construção da mureta que impede o acesso à BR-364 – foto: Reprodução/Facebook

Os vereadores do Podemos também solicitaram do DNIT a construção de uma rotatória no KM 16 da BR-364, notadamente entre os postos Catarinense e Bodanese, onde há um grande fluxo de veículos. No local, o DNIT quer colocar um muro, fato que impedirá o tráfego de pessoas e a viabilidade comercial da região.

Um dos personagens que marca este assunto é o empresário Jaime Bagattoli, que dono do posto Catarinense e quebrou parte da obra já iniciada pelo DNIT. Os vereadores explicaram que a obra está paralisada porque Jaime se propôs apresentar projeto de solução do problema.

“Na verdade não é necessário nenhum tipo de projeto. É nítido e óbvio que o acesso da rodovia é extremamente importante para pelo menos cinco bairros, além de dezenas de empresas da região. A rotatória é de extrema importância para toda a sociedade de Vilhena e também para os visitantes que passam pelo município”, disse o vereador Suchi.

Samir relembrou que a rotatória também vai contribuir com a trafegabilidade do trânsito no município. O local dá ritmo ao trânsito de Vilhena. Se o muro foi instalado, haverá congestionamento em diversos pontos do município, e o que é pior: sem necessidade. Este é um assunto de relevância social e precisamos de um resultado que seja bom para a população”, defendeu o parlamentar.

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo