Cultura e entretenimentoDestaque

Você sabe o que é o seu refúgio? É ele que vai te ajudar a vencer suas dores e incertezas da vida

Está na hora de olhar aí para dentro da sua caixinha de ferramentas internas e descobrir o que te conecta

Há dois anos, quando comecei a sentir muitas dores, quando passei por um longo período de internação e recebi o diagnóstico de lúpus, eu não imaginava que passaria por algo desse tipo na vida.

Jamais imaginei que iria ser afastada do trabalho que eu amo, que precisaria mudar de casa e de cidade para fazer meu tratamento. Eu jamais imaginei que precisaria aceitar que iria tomar muitos remédios, passar por muitos procedimentos e que para viver eu precisaria lidar com tantos medos, incertezas e mudanças no meu corpo e na minha mente.

Encarar um cenário de incertezas não é nada fácil e ele tem se tornado cada vez mais presente em nossas vidas, tendo em vista o grande sofrimento ocasionado pelo coronavírus. Não é por acaso que tantas pessoas têm me procurado em busca de orientações sobre como lidar melhor com tudo isso que está acontecendo, pois é grande a angústia por não saber o que fazer diante de uma doença desconhecida, por receberem um teste positivo, sentir medo do contágio, não poder visitar seu ente querido no isolamento, perder alguém e não poder dizer um último adeus num tradicional ritual de despedida.

Às vezes até parece que você não sabe o que fazer e que está sem nenhuma direção. E para te ajudar a visualizar que, embora esteja muito difícil, você não está totalmente sem nenhum recurso para enfrentá-lo. Gostaria de compartilhar contigo como a minha paixão por plantas foi uma das minhas ferramentas favoritas na minha recuperação.

Parece algo simples, mas todos os dias cuidando, regando e acompanhando elas crescerem, eu enxergava em cada nova folhinha, em cada nova florzinha um milagre acontecendo bem pertinho de mim e isso me ajuda a conviver diariamente com todos os desafios do lúpus, me ajuda a me conectar com minha divindade, fortalecer minha fé e a gratidão pela minha vida.

Por isso, eu gostaria de lhe fazer uma pergunta: você já parou para pensar onde encontrou refúgio e motivos para continuar enquanto atravessava todos os momentos mais difíceis da sua vida?

Se você respondeu com um não, está na hora de olhar aí para dentro da sua caixinha de ferramentas internas e descobrir o que te conecta. O que te faz sentir esperança? O que te traz paz e segurança? Será que você costuma fazer uma prece, uma reza, uma oração, será que você fica em silêncio, chora, pedala, cozinha, desabafa, dança, planta, trabalha, medita, pinta, desenha, ajuda o próximo ou prefere ficar bem grudadinho com a sua família?

Olhe para dentro de si com mais carinho e atenção e descubra o que te faz sentido, descubra o que te faz se sentir vivo e mais do que nunca se conecte com as pessoas que você ama e te amam, se conecte com tudo aquilo que já te ajudou antes a passar pelos piores perrengues da sua vida. Use essas estratégias para fazer com que todo o seu corpo e sua mente trabalhem a favor da sua imunidade, da sua recuperação e da sua saúde física e mental.

Etiquetas

Diene Nepomuceno

Diene Nepomuceno. Graduada em psicologia e especialista em Terapia Cognitivo- Comportamental. Apaixonada pela sua profissão, tem se dedicado a ajudar as pessoas a transformar suas vidas por meio do autoconhecimento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar