Destaque

Coronavírus: criança de 3 anos é transferida para capital e paciente de 66 morre; veja boletim

Óbito ainda é considerado suspeito de covid-19

Vilhena registrou um novo óbito de vilhenense suspeito do novo coronavírus e 28 novos casos confirmados de vilhenenses com covid-19, sendo 23 por RT-PCR e cinco por por teste rápido.

Além disso, a cidade registrou 33 novos casos suspeitos, 41 recuperados e 33 resultados negativos. Dessa forma, Vilhena registra até as 19h de hoje: 1.024 casos confirmados de vilhenenses, 6 positivados moradores de outras cidades, 16 óbitos de vilhenenses, 4 óbitos de moradores de fora e 150 casos suspeitos. Há atualmente no município 229 casos ativos de moradores de Vilhena, bem como 779 já recuperados e 6 transferidos.

O óbito registrado no boletim de hoje é de vilhenense do sexo masculino com 66 anos morador do Centro com quadro de suspeita para o novo coronavírus.

A Vigilância Epidemiológica ainda aguarda o resultado do exame e sua contagem será incluída no total de óbitos apenas se o teste for positivo para covid-19.

Seguindo o protocolo do Plano de Contingência do Estado de Rondônia para Medidas de Prevenção e Controle da Infecção Humana pelo Coronavírus (SARS-CoV-2), foi transferido para Porto Velho nesta quarta-feira, por meio de UTI aérea fornecida pelo Governo do Estado, o paciente de três anos de idade que estava internado na UTI da Central com necessidade de respirador.

Há 12 pacientes internados em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19, sendo três na UTI, dos quais dois com necessidade de respirador (um do sexo masculino 78 anos e um do sexo feminino com 88 anos), bem como outro paciente na UTI, sem necessidade de respirador, do sexo masculino com 78 anos.

Outros nove pacientes estão internados na Enfermaria da Central, cinco do sexo masculino com 32, 49, 50, 70 e 71 anos e quatro do sexo feminino com 29, 41, 63 e 70 anos. Dos internados, nove têm resultado positivo para covid-19 e três são suspeitos.

A taxa de ocupação de leitos da Central de Atendimento à Covid-19 é de 33,3% (sendo 30% na UTI e 35% na Enfermaria).

Cerca de 7.500 tratamentos preventivos de ivermectina deverão ser entregues para vilhenenses integrantes do grupo de risco da covid-19 até a próxima semana.

A ação da Prefeitura de Vilhena começou nesta quarta-feira na quadra esportiva da escola estadual Álvares de Azevedo e continuará somente nos postos de saúde a partir desta quinta-feira.

A previsão é que a iniciativa continue até 31 de julho.

Fonte
Texto: Da Assessoria

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo