DestaqueO dia

Dupla que roubou carro de aplicativo em Vilhena é presa na BR-364 enquanto trocavam pneu

PRF parou pra oferecer ajuda e acabou prendendo a dupla

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu por volta das 9:25h desta quinta-feira, 23, a dupla que roubou o carro de uma motorista de aplicativo durante a madrugada em Vilhena.

Você pode ver mais sobre o assunto aqui.

Os policiais Olímpio e Lobo trafegavam em patrulha pela BR 364 e próximo ao KM 535, em Alto Paraíso, os policiais avistaram o veículo. Ao parar para prestar ajuda, encontraram apenas J.daS. e perceberam que o automóvel da marca Honda estava sem o pneu dianteiro do lado esquerdo.

J. da S. ficou nervoso com a presença dos policiais e disse que tinha apenas CPF e que estava aguardando o colega que fora consertar o pneu. Os policiais consultaram a placa do veículo e constataram que se tratava de automóvel roubado.

J. da S. acabou preso e durante revista os policiais encontraram a chave do carro, um celular e uma mochila com uma faca, carteira contendo R$ 10, uma CNH em nome de Quesia da Costa Santana,um molho de chaves, um cartão de crédito em nome de Letícia V S Frisson, o documento do veículo e alguns chips de celular.

Os policiais Joubert e M. Marques foram até o local e levaram o J. da S. enquanto os outros policiais permaneceram no local para esperar o segundo homem que estava no veículo. Minutos depois o segundo homem chegou. M. G. de O. T. chegou de carona em um caminhão e trazia consigo um pneu idêntico aos demais que estavam no veículo.  Ele começou a fazer a instalação e ele disse no momento em que foi abordado que estava pegando uma carona com J.  da S.

O segundo homem acabou preso também e o veículo foi levado ao pátio da PRF em Ariquemes.

O caso

 

Veículo estava parado na BR-364 – foto: Divulgação

A motorista de aplicativo em Vilhena que usa o carro pra trabalhar recebeu uma chamada nesta madrugada solicitando uma corrida no percurso entre o Tiro de Guerra até a rodoviária. Os dois homens que estavam no veículo chegaram a descer na rodoviária, mas pediram à mulher que os levasse de volta ao destino de origem alegando que o ônibus que tomariam havia se atrasado.

Quando eles retornaram, a dupla anunciou o assalto e rendeu a motorista, que acabou sendo  amarrada com uma camiseta e deixada próximo à torre do Embratel.

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo