DestaquePolítica

Luizinho Goebel constata abandono das estradas rurais em Alvorada do Oeste e exige que o DER tome providências urgentes

Caso necessário, Goebel irá judicializar ações a fim de que o órgão estadual cumpra com suas obrigações

O deputado estadual, Luizinho Goebel (PV) esteve neste domingo, 21, no município de Alvorada do Oeste e, durante sua passagem pela cidade, percorreu as linhas rurais que são de responsabilidade da regional do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER-RO).

Num vídeo divulgado nas suas redes sociais, Goebel ressaltou que o DER por muitos anos realizou os trabalhos de recuperação de estradas em Alvorada do Oeste. Contudo, há um bom tempo o órgão estadual abandonou os serviços na área rural, como na Sétima linha que divide os municípios de Alvorada do Oeste e Presidente Médici; Linha 90 que liga a BR-429 até a comunidade de Santa Rita; Linha 48 que liga a BR-429 em Alvorada até o município de Castanheiras e Linha 64 Norte que liga a BR-429 em Alvorada até o município de  Mirante da Serra.

“Infelizmente o que vemos é um descaso total por parte do DER. São praticamente dois anos que o órgão não coloca uma máquina para realizar os serviços na região. Ele [DER] também não foi capaz de patrolar e nem de colocar uma carga de cascalho nas estradas”, enfatizou ele.

Luizinho Goebel realçou ainda que se o DER não tomar as medidas urgentes será necessário a judicialização de ações a fim de que o órgão cumpra com suas obrigações.

 “Nós não podemos aceitar que as estradas que o DER vinha mantendo há mais de 10 anos sejam deixadas pra lá, e que joguem ainda toda a responsabilidade para a prefeitura. Vamos exigir do DER a recuperação dessas estradas, pois a população de Alvorada não merece tal descaso”, pontuou o parlamentar.

Fonte
Da Assessoria

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo