DestaqueO dia

Vilhena 43 anos: solenidade com autoridades municipais marca aniversário da cidade na Praça dos Três Poderes

Hasteamento de bandeiras, hino e discursos compuseram evento com presença do prefeito, secretários e vereadores

Diversas autoridades municipais estiveram presentes na manhã desta segunda-feira em solenidade que comemorou em evento reduzido o aniversário de 43 anos de Vilhena, neste 23 de novembro. Em algumas tendas se reuniram prefeito, secretários e vereadores para entoar hino, hastear bandeiras e destacarem o potencial de Vilhena, além de orar pelo município.

“É muito bom comemorar um momento tão bom politicamente e economicamente em Vilhena. Parabenizo os vereadores pela excelente legislatura que tiveram nestes últimos quatro anos e também aos novos que vão entrar, sabendo já o caminho correto, que não é a política velha. Nossos secretários estão trabalhando bastante, sem politicagem, atendendo mesmo a população. O trabalho tem que ser assim. O trabalho será assim. Assumimos o compromisso de manter Vilhena no mesmo ritmo. Obrigado e parabéns Vilhena”, garantiu o prefeito Eduardo Japonês.

O vereador e presidente da Câmara de Vereadores, também fez uso da palavra. “Vilhena é uma cidade que cresce em todas as áreas. Estou muito feliz de estar presidente da Câmara neste momento. Parabenizo todos que estão nesta gestão, tanto vereadores como prefeitura, pois contribuíram muito para que isso fosse realidade, com certeza”, garantiu Ronildo.

Representando as autoridades militares do município, o sargento Diegomar dos Santos do Tiro de Guerra lembrou sua história com o município. “Recebi o comando do Tiro de Guerra em Vilhena no ano passado no dia 22 de novembro e eu também nasci em 1977, mesmo ano da emancipação do município. Agradeço ao convite, parabenizo pelo evento desejando todo o sucesso de Vilhena. Hoje me sinto parte integrante da cidade”, completou.

O evento foi encerrado com uma oração ministrada pelo pastor Genivaldo dos Santos, que esteve em Vilhena na solenidade realizada no dia de emancipação da cidade, em 23 de novembro de 1977, como motorista do então governador Jorge Teixeira, que assinou o documento no antigo CSU, atual escola Marizeti Mendes.

Semcom

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo