DestaqueEspecial

TJ-RO lança edital para escolha de troféu que irá homenagear membros do judiciário

A homenagem leva o nome de uma servidora que se tornou símbolo da luta pela vida

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) divulgou edital do concurso que vai premiar a pessoa que desenvolver o troféu representativo do Prêmio de Excelência Pérola Juraszek.

Condições para Participar

A participação no concurso é aberta a pessoas físicas com mais de dezoito anos e residentes no Estado de Rondônia. Poderão participar do concurso trabalhos realizados individual ou coletivamente, com equipe de, no máximo, três integrantes. Em caso de inscrição por equipe, deverá ser informado na ficha de inscrição o integrante que será responsável. Pessoa jurídica não poderá participar do concurso.

O resultado final para a escolha do troféu será divulgado no dia 28 de janeiro de 2020, no site do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia.

Pérola Juraszek

A premiação Pérola Juraszek é uma homenagem à servidora Pérola Juraszek, que faleceu em dezembro do ano passado. Ela convivia com esclerose lateral amiotrófica (ELA), doença rara que limita os movimentos. Apesar do diagnóstico, solicitou autorização para trabalhar em casa e encerrando a carreira com um dos maiores índices de produtividade no Poder Judiciário de Rondônia.

O nome do prêmio é em homenagem à servidora Pérola Juraszek (foto) – foto: Divulgação

Com estágio avançado da esclerose, conseguiu autorização para trabalhar em casa, na modalidade home-office, mostrando determinação, vontade e, acima de tudo, plena capacidade laborativa, evidenciando que podia usufruir do direito ao trabalho sem prejuízo aos resultados da Vara, mesmo com as limitações impostas pela doença. O troféu busca refletir a trajetória da homenageada.

Premiação às Varas mais Produtivas

O Prêmio Pérola Juraszek será entregue pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ) às varas judiciais do 1º Grau de Jurisdição que se destacarem em produtividade e outros critérios estabelecidos na Resolução n. 075/2019-PR. O posicionamento das unidades premiadas é definido pelo Sistema de Ranqueamento da CGJ, por meio do sistema Eolis. O índice de pontuação é definido pelos indicadores “Arquivamento e Judicância”. As categorias são selos ouro, prata e bronze, respectivamente para as unidades classificadas na primeira, segunda e terceira posição em cada grupo no ranqueamento.

Saiba como participar acessando AQUI

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo