Especial

Identificado 2° motorista morto em explosão de caminhões na BR-364

Empresa na qual trabalhava confirmou sua identidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou a pouco mais um boletim a respeito da explosão que aconteceu no final da tarde desta terça-feira, 23, na BR-364, a cerca de 15 quilômetros de Cacoal, já sentido Presidente Médice. Depois de horas de trabalho, as autoridades conseguiram confirmar a identidade do segundo caminhoneiro que morreu no acidente que culminou com a explosão.

Responsáveis pela empresa em que ele trabalhava estiveram no local da tragédia e confirmaram que o caminhoneiro é Elson Porto Ferreira, de 45 anos. Os policiais cogitam a possibilidade de haver mais um cadáver, porém é necessário esperar o resultado da perícia, uma vez que com o volume de fogo, não há possibilidade de afirmar com exatidão a presença, ou não de mais um corpo.

De acordo com relatório da PRF, o motorista Elson Porto Ferreira, que conduzia o caminhão graneleiro, foi o causador do acidente. Uma testemunha que viu a colisão relatou que o caminhoneiro simplesmente invadiu a pista contrária sem nenhuma razão evidente e atingiu a segunda carreta, que era conduzida por Lindomar Dias de Souza, 44 anos, conhecido como “Fininho”. Ele transportava combustível e devido ao impacto, os veículos explodiram.

Ainda de acordo com representantes da PRF, membros da empresa Martelli, de Vilhena, confirmaram a identidade do segundo motorista. O trabalho dos bombeiros e da PRF continuam no local. A rodovia permanece interditada no aguardo para a retirada dos veículos e também do combustível que não foi queimado pelo impacto.

Os policiais passaram a noite no local e de acordo com a previsão das equipes, é possível que a pista seja liberada apenas no final desta quarta-feira. “Foi feito um isolamento com cones por aproximadamente 300 metro de cada um dos sentidos da via”, diz o relatório da PRF sobre o assunto.

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo