DestaqueO dia

Servidores infectados por coronavírus atenderam população no Detran, denuncia sindicato

Presidente do sindicato da categoria afirma que faltam coisas básicas como álcool em gel

Uma denuncia impetrada no Ministério Público do Estado de Rondônia – MP/RO pelo Sindicato dos Servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia – SINDETRAN, apontou um possível descaso com os trabalhadores durante o período de pandemia.

De acordo com o presidente do sindicato, Adonias Rodrigues de Deus, muitos funcionários do DETRAN/RO estão ficando doentes e tem que trabalhar sem material suficiente para a higienização e proteção dos espaços onde funcionam os locais de atendimento ao público.

Ainda segundo a denuncia, os servidores que foram acionados à retornarem aos seus postos de trabalho não receberam nenhum treinamento para atender a comunidade que busca os serviços do DETRAN/RO.

O sindicato informou ao MP/RO que um servidor contraiu COVID-19 e trabalhou normalmente por dois dias nas dependências da Coordenadoria Metropolitana de Transito, onde ficam aproximadamente 60 servidores.

“O servidor infectou outras dois trabalhadores e nem mesmo com essa informação nenhuma ação contundente da atual gestão foi feita para resguardar os servidores e a população”, afirma um trecho da denuncia.

A falta de máscaras, álcool em gel e dedetização é um grave problema relatado pelo presidente do sindicato, que afirmou que os trabalhadores estão pagando do próprio bolso os materiais que garantem o mínimo de segurança para exercer o trabalho nesse período de pandemia.

Os trabalhadores aguardam o posicionamento do Ministério Público de Rondônia frente à denunci

Fonte
Rondoniaovivo

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo