Destaque

Urgente: PCCS dos servidores municipais de Vilhena pode naufragar à beira de sua aprovação

Reunião para adiar a votação acontece nesta terça

O cenário político do município de Vilhena pode pegar fogo nas próximas horas. Isso porque o prefeito, Eduardo Japonês (PV) pode retirar de pauta os textos referentes aos Planos de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) dos servidores municipais.

A proposta está em trâmite na Câmara de Vereadores desde a semana passada, mas é provável que Japonês atenda uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) que sugere aos representantes executivos a contenção de qualquer tipo de gasto financeiro extra em decorrência dos esforços para contenção de proliferação do Coronavírus, que vem sendo adotados em todo país.

Fontes da Gazeta Amazônica confirmaram que haverá uma reunião na manhã desta terça-feira, 31, entre executivo, legislativo e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsul) para selar de vez o naufrágio do projeto.

Mais detalhes a qualquer momento.

 

Rômulo Azevedo

Jornalista e graduado em Marketing, atua na comunicação desde 2006. Especialista em Jornalismo on-line, com experiência em Assessoria de Comunicação e Marketing. Está na Gazeta Amazônica em busca de novas formas de se fazer Jornalismo em Rondônia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo